16.2.19

Resenha: Seis Estações Ventosas - Camila Honorato

 Embora eu não goste desse modelo, a resenha de hoje é misturada com a minha opinião sobre o livro, visto que mesmo que possua uma história, os poemas do livro não discorrem apenas sobre ela. Ou seja, o livro é composto por poemas soltos, mas que possuem algo em comum. Talvez isso seja uma característica da escrita da autora que é notória, porém acredito que esse detalhe tenha sido intencional e especial para a composição de cada texto.
Apesar de eu possuir mais apreço por poesia, a profundidade dos poemas me cativou. Posto que em cada página, eu encontrava algo que eu também compreendia e via. Por isso, afirmo que é extremamente fácil se compatibilizar com o livro, pois em vários momentos são citadas situações vividas por todos e de conhecimento geral, mas principalmente pelas e das mulheres.

6.2.19

Leituras 2018

Quem me acompanha no instagram (@foradocontextoo), sabe que eu possuo destaques em que eu posto o que estou lendo conforme eu inicio os livros, ou seja, é possível saber todas as minhas leituras do ano. Porém, mesmo assim eu quis deixar registrado aqui quais foram as leituras de 2018 e, eu sei que estou um pouco atrasada, mas ainda acho que colocar um pouquinho do meu ano anterior aqui no blog continue sendo especial.
Embora eu tivesse metas literárias específicas, a maior e principal meta era ler 35 livros. Essa era a destaque, pois 2018 foi um ano de vários acontecimentos e novidades e, eu já sabia que seria difícil ler uma quantidade exorbitante (que eu costumava ler) e, estabelecendo uma meta, eu conseguiria cumprir por pura e espontânea pressão.

23.1.19

Resenha: Nós Dois Para Sempre - Lina Silfer

Resenha:
Katheryn e Austin se apaixonaram quando ainda estavam na faculdade e, desde então, o amor deles tem crescido com o tempo. Eles se encaixam tão bem que um não consegue imaginar como seria a vida sem o outro. Entretanto, como nem tudo é perfeito, eles ainda não possuem de fato uma família, afinal o que eles mais desejam é ter uma criança para completar a alegria de ambos.
O único problema é o azar horrível que os dois possuem no quesito gravidez. Afinal, após perderem a filha recém-nascida na sala de parto,

18.1.19

Planejando 2019

Eu sei que desde o ano passado, o blog tem estado meio abandonado (pra ser exata, 3 meses de abandono). Entretanto, eu juro que todos os motivos que eu poderia dar são importantes, mas como eu sei que na altura do campeonato desculpas não vão recuperar os posts esquecidos, resolvi trazer um post que eu havia prometido trazer em 2018.

Como em 2018 não falei sobre ele, fiz algumas comparações: o planner de 2019 segue o mesmo estilo do de 2018, pois ambos são da Tillibra West Village. Ou seja, as diferenças deles são mínimas e os dois são bem simples, contendo apenas o necessário para que possamos ser mais organizadas no dia a dia.
Eu quis manter o mesmo modelo porque me adaptei facilmente ao estilo que ele possui e, provavelmente, irei continuar usando esse planner por vários anos.

17.9.18

Resenha: Welcome to Night Vale - Joseph Fink e Jefrey Cranor

Resenha:
Jackie Fierro tem 19 anos desde sempre e, até onde ela se lembra, sempre cuidou de uma loja de penhores em que tudo pode ser penhorado, até mesmo lágrimas. Afinal, na cidade onde tudo é possível e todas as teorias são reais, tudo tem seu devido valor. Entretanto, quando um homem de paletó bege com uma pasta de couro penhora um pedaço de papel e Jackie não consegue se livrar dele, ela percebe que nem sempre tudo pode ser aceito e que um simples pedaço de papel pode mudar sua vida inteira.
Do outro lado da cidade, uma mãe solteira e trabalhadora chamada Diane Crayton é a única que se lembra de um ex colega de trabalho que sumiu repentinamente e, enquanto tem que lidar com essa possível insensatez e loucura, ela também precisa lidar com o filho adolescente correndo atrás do pai que os havia abandonado anteriormente.
Por mais que o destino dessas duas mulheres pareçam completamente divergentes, as duas vão precisar trabalhar junto para pode descobrir o que está acontecendo na cidade, com sua família e consigo mesmo.

10.9.18

Resenha: Persépolis (Completo) - Marjane Satrapi

Resenha:
Marjane Satrapi nasceu e cresceu no Irã e, sendo filha de pais ativistas, a garota cresceu estudando e aprendendo sobre filosofia e sociologia. Entretanto, sua infância e adolescência não foram só estudos e brincadeiras, visto que enquanto crescia, a guerra evoluía junto com ela, mostrando os lados extremistas de uma religião que inicialmente ela desejava ser profeta.
Dessa forma, Marjane que antes brincava e estudava com meninos e usava o cabelo solto, teve sua inocência retirada a força. Porém, nessa época, Marjane já sabia no que acreditava e, portanto, se entregou a suas ideologias e ao punk rock.
Na música, a garota encontrou refúgio e esperança, pois nessa época, muitos cantores expressavam suas angústias em suas letras. Todavia,